Pra cachorro, pra chuchu, pra burro

Esta é a transcrição do áudio “Babá pra cachorro”. Mas vejamos também o que significam essas expressões muito usadas no Brasil: “pra cachorro” “pra chuchu” “pra burro”. Você as conhece?

São utilizadas em expressões informais que significam “grande quantidade”, “muito”, “intensidade”.


Já “pra burro” e “pra cachorro”, estavam vinculadas à ideia de excesso de alimentação. A expressão “pra chuchu” significa grande quantidade – por força do excesso de safra de chuchuzeiro que quando começa a frutificar não para mais.

Tem tanta maçã que vai sobrar até para os burros”.

Hoje em dia essa ideia foi generalizada para outros elementos.

“Trabalhei pra cachorro.”

“Estudei pra burro.”

No caso do título deste artigo “Babá pra cachorro” temos um duplo sentido.

  • Babá que cuida de cachorros.
  • Babá muito eficiente.

Não deixe de assistir: Babá pra cachorro

Transcrição do áudio “Babá pra cachorro”

E foi de olho neste nicho de mercado que a veterinária Adriane Silveira inovou e apostou num serviço diferente, ela é babá de cachorro. Hoje, Adriane cuida de 25 cachorros.

O simpático e agitado Ástor é um deles, ele é da raça Buldogue francês e tem apenas um ano, mas dá trabalho de gente grande.

Babá pra cachorro, pra chuchu, pra burro

Adriane acompanha todos os passos do Ástor. O trabalho é bem parecido ao de uma babá de crianças.

Aqui também tem rotina: hora pra comer, beber água e até descansar.

-“Eu faço a primeira visita cortesia, conheço o animal, vejo o que que ele tá precisando, se a gente pode incluir passeio, se vai precisar alguma coisa extra, como uma medicação, se ele quer só companhia.” 

Para ter uma babá assim, à disposição do seu cãozinho, é preciso colocar a mão no bolso. Uma visita de uma hora da Adriane, por exemplo, custa a partir de 40 reais, mas se o serviço for no fim de semana, aí pode ficar um pouco mais caro; chega a 70 reais.

Laura Sansoni contratou o serviço três vezes por semana. Gasta 480 reais por mês para deixar Ástor bem acompanhado.

Babá pra cachorro

Quando ela chega ele já fica todo animado e eu percebi que quando eu chego do trabalho ele já tá mais calmo, não tem necessidade de passear com ele logo que eu chego, depois à noite eu até dou um outro passeio com ele mas ele já tá mais calmo, mais relaxado, já gastou um pouquinho da energia que ele tem de sobra.”

Adriane fatura em média 8 mil reais por mês. Por enquanto a empresária trabalha sozinha e atende 8 bairros de São Paulo, mas a ideia é expandir o serviço.

-“Hoje eu tô com a minha agenda cheia, por isso que a gente tá expandindo e a procura tá cada vez maior e é assim, sempre tem coisas novas.” 

Não deixe de fazer: Exercícios de vocabulário

Dúvidas ou sugestões?
foneticando.portugues@gmail.com

Adicionar a favoritos link permanente.

Comentários estão encerrados.